segunda-feira, 2 de maio de 2016

E quando o preenchimento não fica bom?

Dois casos de preenchimento mal sucedido nas olheiras.


Bom, hoje venho tratar de um assunto bem complicado e aproveito para relatar um caso pessoal.

Fiz um preenchimento há 8 meses atrás que era pra ter sido feito nas olheiras e quando percebi fiquei com uma linha e um edema bem abaixo dos meus olhos, nem maquiagem escondia estas marcas de preenchimento que acabaram marcando pois não foram aplicadas no local correto.

O preenchimento deve ser feito em sulcos e linhas profundas e no meu caso, foi aplicado em uma área do rosto que não tinha sulco ou depressão o que acabou gerando um edema no local. Fazendo pesquisas verifiquei que isto é muito comum mas o mais complicado é que depois de aplicado o médico não conhece ou não indica algo para reverter e como o efeito da aplicação pode durar até dois anos... chora, chora... No meu caso, ele ainda disse que era porque eu tinha engordado... oi??? E agora que estou 9 Kg mais magra como explicam eu ainda estar com as marcas???

Não satisfeita, e muito preocupada em dar uma solução para o meu problema e de várias outras clientes que haviam queixado o mesmo problema, fui á luta nas pesquisas e fiz uma descoberta que funcionou.

Precisava de algo que tirasse o efeito do preenchimento e principalmente o edema instalado em minha face. Aí usando por 20 dias, todos os dias á noite, e uma fórmula cosmecêutica eu finalmente pude voltar a sorrir. A fórmula tem apenas dois ativos: a Hialuronidase, que é uma enzima facilitadora da difusão de liquidos injetáveis, extraida de testículos bovinos. E o outro ativo foi o Bioskinup, que faz uma composição sinérgica de extratos vegetais concentrados e padronizados em sapominas e flavonóides com efeito antiedematoso, vasoprotetor e antiinflamotório, atenuando e prevenindo o inchaço ao redor dos olhos.

O custo do produto ficou em R$140,00 e antes de terminar eu já estava mais feliz. Valeu a pena mas agora deixo a dica: cuidado com os preenchimentos nesta região pois na maioria das vezes fica mais difícil corrigir e até esconder com um corretivo!

Take Care e Revitalize-se sempre!!!

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Tratamento pioneiro para manchas

Nossa pessoal que saudade de escrever no blog... 2015 foi um ano tão difícil... Muitos cursos, muitas aulas e o tempo foi meu verdadeiro inimigo. Tivemos que correr contra o tempo mas o bom é que sobrevivemos, e agora retorno para falar novamente sobre estética com vocês, e com um assunto bem quente como o verão: manchas.

Existem vários tipos de manchas que surgem e ressurgem nesta época do ano e vamos aqui falar de algumas. As manchas que frequentemente aflige as mulheres que gostam muito de sol chama-se MELASMA. O melasma ocorre muito em mulheres devido aos hormônios, que pode ser na gravidez (CLOASMA GRAVÍDICO) ou por algum problema hormonal e até com o uso de anticoncepcionais. O melasma pode se espalhar por toda a face e provoca muitos problemas de auto estima nas mulheres. A grande maioria usa ativos que só fazem estimular mais estas manchas quando expostos ao sol e protetores que não possuem estabilidade adequada, ou seja, evaporam com menos de 2 horas. Estas manchas ainda podem ser profundas (dérmicas) e por isso muitos tratamentos não funcionam, especialmente os que só usam "produtinhos milagrosos".

Melhora após o tratamento.

Outra mancha muito comum são as efélides, conhecida como sardas. As sardas surgem na maioria das vezes no nascimento, mas tendem a se espalhar por todo o rosto com o estímulo do sol ao longo da vida. É mais comum em pessoas muito brancas e ruivas e o fotoprotetor é a única forma de prevenir. Um tratamento estético de grande resultado e que minimiza muito as sardas é a LIP, tipo de luz que atinge o cromóforo melanina em cheio, mas sem um bom fotoprotetor a tendência é que as sardas voltem em pouco tempo....


Áreas comuns de efélides.

Muito comum em idosos ou pessoas acima dos 40 anos temos uma mancha chamada de LENTIGO SOLAR OU SENIL. O lentigo tem forma arredondada, parecendo uma lentilha e é muito comum em pessoas que nunca usaram FPS e ficaram muito expostas ao sol, como trabalhadores da lavoura ou até profissionais de educação fisica que trabalham em piscina. 

                                                                     Lentigo Solar.

Os tratamentos são inconstantes para quase todas estas manchas mas com o uso de um fotoprotetor estável e um tratamento com ativos específicos com microagulhamento elétrico os resultados são incríveis.
 Fiz o curso há dois anos nos EUA e em 2015 fui novamente para uma maravilhosa experiência com ativos cosméticos e fiquei realmente encantada com os resultados. As manchas realmente desaparecem muito rápido. O custo beneficio é ótimo e os resultados são melhores e menos problemáticos que muitos LASERS. Mas cuidado, como sempre na estética, estão usando aparelhinhos de micropigmentação de sobrancelhas e marcas muito ruins que não dão o mesmo resultado. Olho aberto!


Fica a dica para 2016 e nada como começar o ano sem manchas!
E lembrem-se: Revitalize-se sempre!!!